29 de setembro de 2016

O Lula que "não tem" sítio, "não tem" triplex e "não sabia" de nada

O ex-presidente Lula é uma figura no mínimo questionável, não é? Desde os tempos do Mensalão, que hoje sabe-se ter sido muito maior do que sabíamos na época, Lula é sempre um inocente perseguido político. 

Lembram como era? Lula não sabia de nada. Vários membros do alto escalão do partido e do governo, muitos deles amigos próximos de Lula, todos envolvidos até o pescoço. Mesmo assim, Lula nem mesmo desconfiava de coisa alguma. Para todos os efeitos, a teoria apresentada foi a de que o então presidente da República era um tolo obtuso que não sabia de coisa alguma, nem mesmo daquilo que ocorria poucos metros ao lado dele.

Anos depois, como não é de se surpreender, a narrativa ridícula de um "Lula inocente" voltou. O problema, contudo, é que dessa vez o ex-presidente teve tempo de gerar provas contra si mesmo. O vídeo, gravado pela sua própria equipe, em que ele e Marisa aparecem falando sobre o sítio de Atibaia, por exemplo, não deixa dúvidas. As fotos que foram tiradas com Lula e Gordilho no sítio também não.

O apartamento no Guarujá, por sua vez, estava na lista dos imóveis de Lula enquanto ele ainda era presidente, um apartamento cuja entrega foi atrasada pela Bancoop e, posteriormente, concluída pela OAS. Lula, até começar a ser investigado, nunca havia negado que o apartamento era seu, nem mesmo quando o Jornal Nacional, ainda em 2010, veiculou matéria sobre o caso da Bancoop citando como seu o imóvel.


Por mais que Lula e seus comparsas insistam nessa narrativa, não tem como ela ser verdadeira. Qualquer pessoa sensata sabe que é impossível ele realmente não saber de nada, é impossível que todas as acusações contra ele sejam verdadeiras, e é ainda mais impossível acreditar na frase de Lula quando diz que é o homem mais honesto do país. NA realidade, esta última soa até como uma afronta, uma piada suja contada no almoço de Natal com a família.

Há muita gente por aí, da direita, dizendo que Lula já era, que ele já acabou. Talvez isso seja verdade, mas não devemos deixar que restem dúvidas. O certo, portanto, é continuar atacando e, quando ele for eliminado, é preciso que seja completamente eliminado.