6 de agosto de 2016

Marco Feliciano e a acusação de tentativa de estupro


Quase todos já devem saber que há, no momento, uma acusação contra o deputado federal Marco Feliciano, do PSC, sobre tentativa de estupro. Há também acusações contra outros membros do partido por ameaça, chantagem e até mesmo sequestro. Tudo tem relação com uma garota chamada Patrícia Lélis, que inclusive é membro do partido.

Como quem já me conhece sabe, considero o crime de estupro talvez o mais grave e hediondo de todos, de modo que a mera tentativa já seja repugnante. Entretanto, esta é uma questão que levo a sério demais para sair por aí apontando o dedo contra qualquer um. Da mesma forma que o estupro é hediondo por si, acusar alguém de estupro é algo muito sério, portanto deve ser feito apenas quando há a certeza do fato.

Não sou partidário de Feliciano, na realidade não gosto dele, nem do PSC, muito menos do Pastor Everaldo ou de Jair Bolsonaro, e também não conheço a garota em questão, de modo que não colocarei minha mão no fogo por nenhum dos dois lados da história, ainda. A moça que acusa o deputado diz ter evidências de tudo o que falou, e até o momento um assessor de Feliciano foi detido, o mesmo que ela acusou por tê-la ameaçado e sequestrado. Porém, eu não tenho acesso às evidências, não vou aqui defender o réu e nem a reclamante, vou apenas expor como isso vai pesar dentro da política.

Primeiramente, consideremos a hipótese de que as acusações se mostrem verdadeiras. Se isso ocorrer, será um desastre. Vamos ver três políticos tidos por muitos como símbolos da direita brasileira envolvidos em um escândalo bizarro. Lembrando que o PSC pretendia lançar Marco Feliciano como candidato a prefeito em São Paulo, o que a mera acusação da moça já torna mais difícil de acontecer.

Se a denúncia tivesse partido de uma opositora, uma feminista por exemplo, seria fácil vender de volta a ideia de que tudo foi forjado para prejudicar o deputado. No entanto, a denúncia veio de dentro. Patrícia é membro do PSC, participava ativamente no partido e é de direita. Outro detalhe: é namorada de Rodrigo Simonsen, dono da editora Simonsen, que publica livros de direita. Estes fatos tornam a situação mais nebulosa para o deputado, até mesmo se a acusação não chegar a se comprovar.

Caso as acusações sejam provadas verdadeiras ou se elas ficarem dúbias, sem comprovação contra ou a favor, o deputado terá uma grande perda política, isso independentemente do que vier a ocorrer com ele juridicamente. Ainda que ele consiga se safar disso na Justiça, como acontece tanto com inocentes como com os culpados, a sua vida pública será um inferno.

Do contrário, porém, se as acusações se mostrarem falsas, o deputado precisará de grande astúcia para capitalizar em cima disso, pois não será nada fácil. Se os seus advogados comprovarem que a garota mentiu, ficará no ar a suspeita sobre os motivos que a levaram a fazer isso. Neste caso, eu não descartaria a hipótese de que tenha sido feita uma grande tramoia para derrubar o deputado. Na política essas coisas também acontecem.

Supondo que ele seja mesmo inocente, ainda assim o seu capital político foi por água abaixo. Até porque um processo dessa magnitude tende a se arrastar, e enquanto ele responder na Justiça este fato será utilizado por seus adversários. Daí a ideia de ser candidato a prefeito de São Paulo pode ser completamente descartada.

Esta é uma situação bem complicada, ainda mais agora, com o depoimento da moça divulgado na internet. Eu, você e a maioria das pessoas não sabemos o que realmente aconteceu, não sabemos se a garota diz a verdade ou se ela mente. Teremos que aguardar o processo, as provas, talvez um julgamento. Isso pode levar meses. Até lá o deputado será politicamente arrasado.

Deixo claro que de minha parte, se for comprovada a versão da garota, Marco Feliciano deve ser punido severamente, como eu gostaria que fosse punido alguém que tentasse estuprar minha irmã, minha mãe ou qualquer mulher. Por outro lado, também considero gravíssimos os casos de acusações falsas de estupro, de modo que se a versão de Patrícia for comprovada como falsa, ela também deverá ser punida de maneira rigorosa.

Abaixo, o vídeo em que a garota, Patrícia Lélis, declara sua versão dos fatos. Para ver outra análise interessante sobre o assunto, clique aqui.

video