2 de agosto de 2016

Guerra de narrativas? Conheça a Caneta Desesquerdizadora



Primeiramente, quero esclarecer que embora a ideia da Caneta Desesquerdizadora seja de fato genial e tenha tudo a ver com coisas que escrevo aqui sobre guerra política, não possuo nenhuma relação com esta iniciativa, nem mesmo sei quem são os responsáveis.


Uma das coisas que sempre disse por aqui é que, para a guerra política, ter o controle da narrativa já é metade do serviço. A extrema-esquerda, por ter trabalhado nas bases de sua militância, se tornou hábil nessa esfera muito mais do que qualquer um de nós. O fato de que hoje a maioria dos grandes jornais do Brasil e do mundo estejam infestados de membros de partidos de esquerda é um mero reflexo do trabalho feito por eles, durante décadas, justamente se preocupando em tomar esses espaços.

No entanto, dizer que a mídia manipula informações é, além de óbvio, quase inútil. Podemos e até devemos denunciar as mentiras que grandes jornais contam em prol de suas agendas políticas, mas isso é só uma pequena parte do todo. Se quisermos ter alguma chance de enfrentá-los é necessário termos a capacidade de confrontá-los nesses campos.

O que o pessoal desta página faz é simplesmente fantástico. Eles pegam manchetes de jornais grandes, como Folha de São Paulo, UOL, Estadão, etc., e modificam as palavras dando ao texto o verdadeiro significado. Veja alguns exemplos abaixo:




O que há de mais legal nessa iniciativa é que ela gera confronto. Em casos nos quais os jornalistas obviamente são tendenciosos, fazer esse tipo de coisa é não apenas necessário, mas muito esperto. De minha parte, recomendo que você siga a página e convide seus amigos. Para facilitar, se você tiver preguiça de convidar um por um entre seus contatos para curti-la, use a extensão para Chrome chamada "Invite All", assim é possível chamar todos os contatos de uma só vez.

CURTA NOSSA PÁGINA