19 de julho de 2016

Xerife rechaça a ideologia de ódio do 'Black Lives Matter'


Já trouxe a este site diversas vezes temas relacionados ao ódio que a esquerda nutre e dissemina por seus adversários, por vezes atingindo patamares de insanidade. Muita gente julga que a extrema-esquerda americana seja essencialmente diferente da brasileira, mas não é bem assim. O Partido Democrata e movimentos ligados a ele são essencialmente tão ruins quanto o PT, com a diferença clara de que vivemos em culturas completamente distintas. Mesmo que Hillary Clinton queira, ela não conseguirá fazer nos EUA o que Dilma fez no Brasil, é simples assim.

Em um vídeo divulgado no Twitter pela Fox News, você poderá ver David Clarke, xerife negro do condado de Milwaukee, no Wisconsin, que detonou a ideologia de ódio propagada pelo movimento Black Lives Matter - “Vidas negras importam” em inglês, que é bastante similar aos movimentos negros brasileiros, e emparedou o jornalista Don Lemon, da CNN, sobre a cobertura da emissora e da imprensa em geral desde o famigerado episódio de Ferguson, no Missouri, até o recente assassinato de três policiais em Baton Rouge, na Louisiana.

Clarke condenou a retórica antipolicial e racista propagada pelo movimento.
“Eu estive assistindo a isso por dois anos. Eu previ isso. Ele condena a violência. Ele tem de condenar a violência, mas não vai condenar o sentimento antipolicial. Quando um ataque terrorista acontece, ele vai lá, adverte e condena a reação contra muçulmanos. Ele não vai fazer isto pelos oficiais americanos.” - disse Clarke.
Abaixo, a entrevista legendada.