22 de julho de 2016

O dia em que Jean Wyllys admitiu uma parceria com o Facebook Brasil

Ontem publiquei aqui a informação - que não é tão nova assim - de que o Facebook recebeu, no ano passado, mais de R$ 40 milhões em verbas estatais no Brasil. Também publiquei, duas vezes, que o site tem frequentemente derrubado páginas com conteúdo anti-esquerda, e que só nessa semana foram quase vinte. Imediatamente isso me fez lembrar de uma curiosa situação, ocorrida no início do ano passado - não recordo exatamente a data, quando o deputado do PSOL, Jean Wyllys, alegou publicamente que seu mandato tem uma parceria com o Facebook Brasil.


O caso ocorreu quando a página do deputado, supostamente hackeada, foi recuperada poucos minutos depois. O fato de terem recuperado tão rapidamente fez com que levantassem suspeitas, alegando que talvez ela não tivesse sido de fato heackeada. Um seguidor comentou na postagem perguntando ao deputado como ele recuperou tão rapidamente o controle da página e foi aí que Wyllys respondeu, dizendo claramente que seu mandato tem uma parceria com o site. Confira:

Essa tal parceria parece remeter ao período eleitoral, mas não dá para saber exatamente que tipo de acordo há entre as partes. O que se pode ter certeza é que, segundo o próprio deputado, ele recuperou a conta do Facebook que havia supostamente sido hackeada em pouquíssimo tempo (menos de uma hora), o que indica existir uma linha direta entre o gabinete e dirigentes do site no Brasil.

Talvez isso explique muita coisa.

ASSINE A PETIÇÃO PARA ABRIR A CPI DA MORDAÇA NO FACEBOOK

ARTIGOS RELACIONADOS

Páginas anti-esquerda são sistematicamente deletadas do Facebook