31 de julho de 2016

Ku Klux Klan apoia a campanha de Hillary

Andrew Blake, do The Washington Times, afirmou que um líder do movimento Ku Klux Klan, conhecido por pregar ódio racial contra pessoas negras, levantou doações no valor de US$ 20 mil para a campanha de Hillary Clinton, candidata Democrata a presidência dos EUA.

Will Quigg, líder do Klan da Califórnia, alega que decidiu apoiar Clinton após sua candidatura ter sido confirmada e que a doação foi feita de forma anônima. A assessoria da Democrata nega.

Essa história pode parecer estranha a quem acompanha a política apenas pelos eventos recentes, mas quem conhece de fato a história política americana sabe que a Ku Klux Klan nasceu no seio do partido Democrata e que muitos - muitos mesmo - de seus integrantes eram ligados ao partido. Mais do que isso, o partido também ficou do lado da coroa inglesa e contrário ao fim da escravidão durante a Guerra de Secessão.

É fato que Democratas possuem um histórico de relação íntima com a KKK, a questão é saber até que ponto estas relações ainda existem. Na realidade a história dos Democratas é mais suja que pau de galinheiro, mas aqui no Brasil é normal achar gente que detesta comunistas e ama Barack Obama, creio que seja por pura ignorância mesmo.