27 de julho de 2016

Dilma e Lula estão com medo do próprio povo

Os petistas nunca estiveram tão acuados. São muitas ameaças, os blefes e as bravatas, mas na prática eles estão a cada dia que passa mais temerosos. Certamente ninguém tem dormido direito no partido, ainda mais com os avanços dos investigadores e com a crescente e cada vez mais insuportável pressão popular.

Agora, com a desculpa de que "não há clima", Lula disse que não comparecerá na cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro, um evento que ele próprio, contra a vontade geral da nação, fez questão de trazer ao país. A verdade é que não há clima mesmo, não para eles. Os petistas temem, de fato, dar de cara com uma população que os odeia e que os quer fora a ponto de vaiá-los no evento, diante de alguns dos mais importantes Chefes de Estado de todo o mundo.

Dilma, algum tempo atrás, lembrou a todos que ela e Lula são os pais dos Jogos Olímpicos no Brasil, e eles são mesmo. É por isso que o evento vem apresentando fracassos e acumulando críticas de todos os lados. O Rio de Janeiro não estava preparado e todos sabiam que isso iria acontecer, foram muitos os avisos.. Assim como aconteceu com as obras da Copa do Mundo de 2014, no futuro saberemos que também as obras referentes a este evento estão ocultando elefantes brancos e superfaturamentos para pagar campanhas eleitorais e projetos de poder do partido.

Como bem disse Janaína Paschoal, é preciso enfrentá-los agora antes que seja tarde demais. Eu, apesar de não ter fé na polícia, tenho ao menos uma certeza: poucas coisas poderiam ser piores para qualquer indivíduo decente desse país do que a continuidade desse projeto nefasto do Partido dos Trabalhadores que não trabalham.