11 de julho de 2016

"Contrato Vitalício" é um fracasso de bilheteria

Mesmo com R$ 3,5 milhões de reais pegos "emprestados" pela Lei do Audiovisual (irmã da Lei Rouanet), e ainda com altíssimo investimento em divulgação, o filme feito pelo grupo Porta dos Fundos é um fracasso de bilheteria entre os filmes que estão atualmente em cartaz.

O filme estreou em mais de quinhentas salas de cinema de todo o país no final do mês de junho, mas o público não chegou aos 400 mil espectadores. É o sexto colocado entre os filmes em cartaz. Para se ter uma comparação, ainda este ano outro filme brasileiro com muito menor investimento publicitário estreou com mais que o dobro de bilheteria, atingindo quase 800 mil espectadores. O filme "Um suburbano sortudo" vendeu bem mais ingressos do que a produção do grupo.

"Contrato Vitalício" chegou a 375 mil ingressos vendidos, isso é menos do que eles conseguem em acessos no seu canal do Youtube. Aparentemente o boicote sugerido por movimentos de oposição funcionou.