11 de julho de 2016

Blogueiro petista sugere que Cunha seja punido, mas quer imunidade para Lula

O "jornalista" Fernando Brito, do blog Tijolaço [petista roxo], declarou que acha absurdo a Polícia Federal e o Ministério Público investigarem Lula já que, segundo ele, Eduardo Cunha roubou bem mais. Aqui não entrarei no mérito da comparação, pois não sabemos exatamente quanto cada um roubou e, de fato, nem se trata de uma questão quantitativa, e sim uma questão ética.

A primeira coisa que ele afirma em sua "análise" é que o triplex de Lula e o sítio em Atibaia são "obras baratas", de "baixo valor monetário". Ainda segundo Brito, o apartamento de Lula no Guarujá custaria algo próximo dos R$ 2 milhões. Curiosamente este é o valor aproximado de um imóvel que estaria em nome do filho, ainda pequeno, do presidente interino Michel Temer, sobre o qual a extrema-esquerda fala há mais de dois meses.

Contudo, como disse antes, isso aqui não é um campeonato para disputar quem roubou mais. Trata-se, isto sim, de justiça. Se um ladrão rouba R$ 2 milhões ou R$ 300 milhões, ele deve ser punido igualmente. O problema é que para Brito isso não tem nada a ver, ele quer é que Lula passe incólume e reclama que estão "pegando leve" com Eduardo Cunha.

Obviamente é mentira, como toda a narrativa da esquerda. Cunha é assunto desde o ano passado, quando passou a fazer oposição ao PT. Na semana passada ele renunciou à presidência da Câmara e sofre, ainda, processos no STF e na própria Câmara, podendo ser preso e ter o mandato cassado. Além disso, a Procuradoria Geral da República entregou pedido ao STF para que ele seja obrigado a devolver aproximadamente R$ 300 milhões, dinheiro que ele teria desviado acrescido de multas.

Enquanto isso, o ex-presidente Lula, que comprovadamente praticou fraudes e desviou dinheiro, além de ter envolvimento direto ou indireto em pelo menos três grandes esquemas de propina, foi no máximo levado a depor na sede da Polícia Federal, sem qualquer tipo de punição. Nem mesmo réu ele é. Está muito claro para quem enxerga que o sistema judiciário, em parte aparelhado pelo partido, tem feito de tudo para evitar que Lula vá preso mesmo com todas as provas.

De fato, e o "jornalista" sabe disso, o sítio em Atibaia e o triplex são o mínimo. Isso é só um pedacinho da desonestidade de Lula. Talvez ele tenha roubado menos do que o Cunha, mas nem por isso deve deixar de ser punido. Ou deve?